Cisto no baço é perigoso: Conheça os riscos e tratamentos

Agende sua consulta

Agende sua consulta, preenchendo o formulário abaixo. Retornaremos o mais breve possível.

Cisto no baço é perigoso Conheça os riscos e tratamentos

Quer saber se o cisto no baço é perigoso? Então continue neste artigo que iremos falar tudo a esse respeito. O baço é um órgão do sistema linfático localizado no lado esquerdo do abdômen, logo abaixo das costelas.

Sua principal função é filtrar o sangue, eliminando células sanguíneas velhas e ajudando no combate a infecções. Dentre as diversas condições que podem acometer o baço, o cisto esplênico – ou cisto no baço – é uma delas.

Embora muitos casos sejam assintomáticos e não representem riscos imediatos à saúde, é essencial compreender quando e por que esses cistos podem se tornar perigosos.

Em alguns casos, pode ser recomendável a consulta com um médico especializado em sistema digestivo, uma vez que o baço está envolvido neste sistema e pode ter implicações relacionadas a outras doenças do trato digestivo.

Neste artigo, falaremos se cisto no baço é perigoso, bem como suas causas, sintomas, diagnóstico e tratamento de cistos no baço, bem como discutiremos os possíveis riscos e complicações associados a essa condição.

O que é um cisto no baço

Para que você possa entender melhor se cisto no baço é perigoso, acaba sendo necessário entender do que se trata essa condição.

Em suma, um cisto no baço é uma bolsa cheia de líquido que se forma no baço. O baço é um órgão localizado no lado esquerdo do abdômen, perto do estômago.

Ele é responsável por filtrar o sangue, remover as células sanguíneas danificadas e produzir novas células sanguíneas.

Os cistos no baço são geralmente benignos, o que significa que não são cancerosos. Eles são comuns e muitas vezes não causam sintomas. No entanto, em alguns casos, um cisto no baço pode crescer e causar dor ou desconforto.

Os sintomas de um cisto no baço podem incluir dor persistente no estômago, um sentimento de plenitude ou pressão no abdômen, e um incômodo na boca do estômago.

Em alguns casos, um cisto no baço pode romper e causar sangramento interno, o que pode ser uma emergência médica.

Existem vários tipos de cistos no baço, incluindo cistos verdadeiros, cistos pseudocistos. Os cistos verdadeiros se revestem por um epitélio, enquanto os pseudocistos não têm revestimento epitelial. A maioria dos cistos no baço são pseudocistos.

Os cistos no baço geralmente não requerem tratamento, a menos que estejam causando sintomas ou sejam grandes o suficiente para causar complicações.

O tratamento pode incluir a remoção cirúrgica do cisto ou do próprio baço. Se você está preocupado com um cisto no baço ou está experimentando sintomas, consulte um médico para avaliação e tratamento adequados.

Causas de cisto no baço

Antes de falarmos se o cisto no baço é perigoso, acaba sendo necessário entender quais são as possíveis causas para esse problema.

Um cisto no baço pode surgir por diversas razões, como uma lesão no órgão, uma infecção, ou uma condição genética. Abaixo, listamos algumas das principais causas de cisto no baço:

  • Trauma físico: uma lesão no baço pode causar a formação de um cisto, especialmente se houver ruptura de vasos sanguíneos no órgão.
  • Infecções: algumas infecções podem levar à formação de cistos no baço, como a malária, a tuberculose, e a endocardite bacteriana.
  • Doenças autoimunes: algumas doenças autoimunes, como a artrite reumatoide e o lúpus, podem levar à formação de cistos no baço.
  • Câncer: o câncer no baço ou no sangue, como a leucemia ou o linfoma de Hodgkin, pode causar a formação de cistos no órgão.
  • Doenças do tecido conjuntivo: doenças do tecido conjuntivo, como a esclerodermia e a síndrome de Ehlers-Danlos, podem levar à formação de cistos no baço.

Se você notar a presença de um cisto no baço, é essencial procurar um médico para avaliação.

O tratamento para um cisto no baço depende da causa subjacente e da gravidade do cisto, podendo variar desde monitoramento até cirurgia para remoção do órgão.

Cisto no baço é perigoso?

Cistos no baço nem sempre são perigosos. Na maioria das vezes, eles são assintomáticos, o que significa que não causam sintomas e são descobertos incidentalmente durante exames de imagem realizados por outros motivos.

Existem diferentes tipos de cistos esplênicos, sendo os mais comuns os cistos verdadeiros e os cistos pseudocistos.

Cistos verdadeiros são revestidos por células epiteliais e geralmente não apresentam risco à saúde. Já os pseudocistos são resultantes de traumas ou infecções e podem, em alguns casos, apresentar riscos.

Independentemente do tipo, é preciso monitorar os cistos no baço, pois em algumas situações eles podem se tornar perigosos.

Os principais riscos associados aos cistos no baço são:

  1. Crescimento excessivo: Cistos que crescem muito podem causar dor e desconforto, além de comprimir outros órgãos e estruturas abdominais.
  2. Infecção: Embora raro, um cisto no baço pode se infectar, levando à esplenite ou à formação de um abscesso.
  3. Ruptura: Cistos grandes ou infectados têm maior risco de ruptura, o que pode causar hemorragia interna e levar a uma situação de emergência.

No geral, o cisto no baço é perigoso apenas quando não se tem o devido tratamento.

Se um cisto no baço apresenta riscos ou está causando sintomas, o médico pode indicar tratamento, que varia de acordo com o tamanho, localização e características do cisto.

Em casos mais graves, pode ser necessária a remoção cirúrgica do cisto ou até mesmo do baço. Portanto, apesar de nem todos os cistos no baço serem perigosos, é fundamental que sejam monitorados e avaliados por um médico para garantir um tratamento adequado quando necessário.

Sintomas de cisto no baço

Se você tem um cisto no baço, pode não apresentar sintomas. Na maioria dos casos, é possível detectar o cisto de forma acidental, em um exame de imagem realizado por outra razão.

No entanto, em alguns casos, um cisto no baço pode causar sintomas. Os sintomas de um cisto no baço costumam ser os seguintes:

  • Dor no hipocôndrio esquerdo: a dor pode ser leve ou grave e pode se espalhar para o ombro esquerdo.
  • Inchaço abdominal: o abdômen pode parecer inchado ou cheio.
  • Dificuldade de alimentação: você pode sentir náusea, vômito ou perda de apetite.
  • Soluços: os soluços podem ocorrer devido à compressão do baço em outros órgãos.
  • Desconforto na boca do estômago: você pode sentir um incômodo na boca do estômago.
  • Dor persistente no estômago: a dor pode ser persistente e durar dias ou semanas.

Se você experimentar algum desses sintomas, é essencial consultar um médico. Eles podem realizar testes para determinar se um cisto no baço é a causa dos seus sintomas ou se há outra causa subjacente.

Alguns sintomas de um cisto no baço podem ser semelhantes aos sintomas de outras condições, como câncer de baço ou ruptura do baço.

É por isso que é fundamental obter um diagnóstico preciso para garantir o tratamento correto.

Então, levando em consideração os sintomas, podemos afirmar que o cisto no baço é perigoso, em especial quando não se tem o tratamento correto.

Se você tiver um cisto no baço, pode não apresentar sintomas, mas se apresentar, pode sentir dor no hipocôndrio esquerdo, inchaço abdominal, dificuldade de alimentação, soluços, desconforto na boca do estômago e dor persistente no estômago.

Por isso, não deixe de consultar um médico se você tiver algum desses sintomas.

Tratamento de cisto no baço

Tratamento de cisto no baço
Tratamento de cisto no baço

Se você recebeu o diagnóstico de um cisto no baço, é fundamental saber que o tratamento depende do tamanho e da localização do cisto, bem como dos sintomas que você está apresentando.

Cistos pequenos e assintomáticos geralmente não requerem tratamento, mas devem ser monitorados regularmente por um médico.

No entanto, se você está experimentando dor persistente ou incômodo na boca do estômago, pode ser necessário um tratamento mais agressivo.

O tratamento mais comum para cistos maiores é a remoção cirúrgica do baço, conhecida como esplenectomia.

No entanto, esse procedimento é geralmente reservado para cistos maiores do que 4 cm de diâmetro ou aqueles que estão causando sintomas significativos.

Em alguns casos, a punção do cisto do baço pode ser realizada sob o controle de um aparelho de ultrassom para diagnóstico com posterior administração intracavitária de uma substância esclerosante.

Essa manipulação permite a remoção de formações simples e não complicadas de pequeno diâmetro (até 30-50 mm), localizadas subcapsularmente na superfície do diafragma.

Caso você tenha recebido esse diagnóstico, é necessário discutir suas opções de tratamento com seu médico.

Eles podem ajudá-lo a determinar qual é o melhor curso de ação com base em seus sintomas e na localização e tamanho do cisto.

O cisto no baço é perigoso quando não se tem o tratamento correto. Mas, tenha em mente que a grande maioria dos cistos do baço são benignos e podem ser tratados com sucesso.

Complicações de cisto no baço

O cisto no baço é perigoso quando incorre em complicações. Se você possui um cisto no baço, é essencial estar ciente das possíveis complicações que possam ocorrer.

Embora a maioria dos cistos no baço sejam benignos e não causem problemas, em alguns casos podem ocorrer complicações graves.

Uma das complicações mais comuns é a ruptura do cisto, que pode causar sangramento interno e dor intensa.

Se você sentir dor persistente no estômago ou incômodo na boca do estômago, procure atendimento médico imediatamente.

Além disso, os cistos no baço podem crescer e pressionar órgãos adjacentes, como o estômago, causando sintomas como náusea, vômito e perda de apetite. Em casos raros, um cisto no baço pode se tornar canceroso.

O tratamento para um cisto no baço dependerá do tamanho e da localização do cisto, bem como da presença de sintomas.

Em alguns casos, o cisto pode ser monitorado com exames regulares para garantir que não esteja crescendo ou causando problemas. Em outros casos, pode ser necessário remover o cisto cirurgicamente.

Se você foi diagnosticado com um cisto no baço, não deixe de seguir as orientações do seu médico e fazer exames regulares para monitorar quaisquer mudanças no tamanho ou na aparência do cisto.

O cisto no baço é perigoso quando não se tem o devido tratamento. Porém, tenha em mente que a maioria dos cistos no baço não causam problemas, mas é necessário estar ciente das possíveis complicações para que você possa procurar atendimento médico.

Tratamento para cisto no baço em Goiânia com Dr. Thiago Tredicci

O baço é um órgão localizado na parte superior esquerda do abdômen, logo abaixo do diafragma.

Ele é um órgão importante do sistema linfático e do sistema imunológico, além de ter um papel fundamental na filtragem do sangue.

Cistos no baço são raros, mas podem ocorrer em algumas pessoas. Eles são geralmente assintomáticos e são descobertos durante exames de rotina.

No entanto, em alguns casos, cistos no baço podem causar sintomas incômodos. Se suspeitar de qualquer anormalidade ou sentir sintomas associados, vá a um profissional de saúde.

Se você suspeitar que tem um cisto no baço, a melhor coisa a se fazer é agendar uma consulta com o Dr. Thiago Tredicci.

Dessa forma, você poderá obter um diagnóstico preciso e seguir para o tratamento adequado.

Nesse sentido, não deixe de procurar a nossa clínica, a qual está localizada na Av. Portugal, 1148 – St. Marista, Goiânia – GO, 74140-020.

Você pode entrar em contato conosco através do e-mail [email protected] ou pelos telefones (62) 3121 4611 e (62) 99920-9156.

Siga-Me :
Compartilhe :
Dr. Thiago Tredicci
Dr. Thiago Tredicci

Dr. Thiago Tredicci, Gastroenterologista e Cirurgião do Aparelho Digestivo. Experiente em cirurgia geral. CRM GO 12828, RQE 8168 e 8626.